Menu

Treliça metálica é sempre mais econômica?

0 Comments

Olá Engenheiros e Estudantes de Engenharia. Sejam muito bem vindos novamente ao nosso blog!

Aqui quem vos fala é o Eng. Felipe Jacob, Calculista e Projetista de Estruturas de aço e professor do Curso de Dimensionamento de Estruturas Metálicas online. Hoje vamos falar sobre treliça metálica, e principalmente tentar desmistificar aquela velha ideia de que uma viga de cobertura treliçada sempre vai ser mais econômica que uma viga de alma cheia.

Treliça Metálica Cobertura

Treliça Metálica

Em primeiro lugar é natural que a maior parte das pessoas no mercado (construtores, montadores, serralheiros, etc.) pensem que  treliça metálica é mais econômica devido ao peso reduzido. Realmente, uma viga treliçada tem peso consideravelmente inferior a uma viga em Perfis I, mas isso não significa necessariamente economia no final das contas.

Alguns fatores devem ser levados em consideração quando falamos de treliça metálica:

  • -Geralmente as vigas treliçadas são fabricadas em perfis de chapa dobrada (U dobrado em geral) e essas chapas, apesar de serem mais leves, tem o custo por quilograma em geral 20% maior que os perfis laminados. Ou seja, se a estrutura treliçada não for leve o suficiente para compensar, só essa variação de preço já inviabiliza a escolha.
  • -Para fabricar uma viga treliçada, são necessárias muito mais operações e insumos do que a fabricação de uma viga de alma cheia de mesmo vão. Considerando que a fabricação seja feita da maneira mais simples possível, com as ferramentas mais básicas e baratas, em média gasta-se 1kg de eletrodo revestido para fabricar 1 metro de treliça, enquanto com a mesma quantidade chega-se a fabricar 24m em perfis de alma cheia.
  • -A quantidade de operações e horas de trabalho podem ser até 2 vezes maiores em estruturas treliçadas, o que pode comprometer prazos, além de elevar os custos de fabricação devido à alta incidência de mão de obra direta.

 

Levando-se em conta todos esses fatores que mencionei, cheguei a algumas conclusões levando em conta minha experiência pessoal e a experiência  de alguns autores de livros técnicos. Para o autor Ildony Hélio Bellei, em seu livro Edifícios industriais em aço ele comenta que vigas de cobertura treliçadas passam a se tornar economicamente viáveis à partir do vão livre de 25m.

De fato, vigas com vãos menores que 25m podem e devem ser fabricados em perfis de alma cheia pois certamente serão mais econômicos visto a quantidade de insumos e horas de trabalho necessárias são muito inferiores.

Eu ainda acrescentaria, de acordo com minha experiência:

  • -Treliças fabricadas por banzos em chapa dobrada e diagonais de dupla cantoneira laminada são econômicas a partir de 22m;
  • -Treliça metálica fabricada totalmente em perfis dobrados são econômicas a partir dos 25m;
  • -Treliças metálicas fabricadas totalmente em cantoneiras laminadas passam a ser econômicas a partir dos 30m.

Lembro que essas considerações são feitas com base em um projeto de treliça metálica que respeite as diretrizes das Normas NBR8800/08 e NBR14.762/10, e ainda se considerem corretamente as cargas conforme NBR6120 e cargas de vento conforme NBR6123.

Para mezaninos com módulos a cada 6m, optar por vigas treliçadas frequentemente é uma escolha ruim. O peso que se atinge com perfis de alma cheia, apesar de superior é largamente compensado com a economia de insumos e horas de trabalho. A adoção de vigas treliçadas ao meu ver, se justifica para vão à partir de 8m, onde as deformações máximas da estrutura se tornam difíceis de vencer com perfis de alma cheia, portanto viabiliza a adoção de treliças. Sempre considerando as cargas e a disposições.

Mezanino Treliça Metálica

Mezanino Treliça Metálica

 

Todas essas informações que compartilhei com você foram obtidas em mais de 60000 m² de projetos de galpões industriais, mas isso pode variar de acordo com a experiência e método de cálculo de cada um. Você tem alguma informação a acrescentar? Gostaria de fazer alguma pergunta? Deixe seu comentário!

Gostaria de aprender mais? Se inscreva no nosso Curso de Estruturas Metálicas !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *